sexta-feira, 27 de abril de 2012

UFVJM: MEC começa a discutir instalação de Campi no Vale com Prefeitos


   
  Hélio Souza 

Em Brasília, Prefeitos das cidades de Capelinha, Araçuaí, Almenara e Nanuque ao lado do Deputado Federal Reginaldo Lopes (PT) e do Reitor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha de Mucuri –UFVJM- Pedro Ângelo, se reuniram no último dia 17 de Abril com o secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação –MEC-, Dr. Amaro Lins, para discutirem a instalação dos Campi nas cidades aprovadas pelo Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI – no último dia 16 de Março na Sede da UFVJM em Diamantina.
                Na reunião, foram discutidas a demanda de cursos para as cidades. Segundo informações uma das propostas apresentadas pela Universidade é de que cada Campus tenham sete cursos implantados. A proposta defende ainda 4 cursos em áreas Exatas, Engenharias ou Saúde e os demais para ás áreas de Ciências Humanas, Sociais ou Aplicadas podendo cada campi poderá acolher até 2.600 alunos.
                O Prefeito Pedro Vieira, considerou positiva a proposta apresentada pela Universidade. O movimento também avaliou como positiva a proposta de Cursos pela Universidade, mas também salientou sobre a importância de um estudo mais aprofundado para a definição de cursos.
                Um dos representantes do Movimento, Albano Macho, o Banu, considerou de extrema importância definir cursos diferentes para cada região. “Nossa proposta é construir dentro do vale, uma proposta de Campus que se complementem garantindo o maior número de vagas e cursos para atender da melhor forma o Vale”, defendeu.

Capelinha busca aproximação de Universidade

                Em uma reunião realizada no último dia 19 de Abril no plenário da Câmara Municipal, o movimento discutiu a importância do envolvimento da região com a Universidade.
                A proposta visa aproximar a instituição da população através da proposta de pesquisa e extensão para a região. Para o movimento, além de garantir um maior relacionamento entre a região e a Universidade, os projetos também podem beneficiar a comunidade fornecendo um maior diagnóstico que pode direcionar na atuação para a solução concreta de problemas enfrentados pela população.
                A presença da po-pulação na Universidade também foi outro ponto considerado importante pelo movimento. A tentativa do grupo é de buscar maior relacionamento.

4 comentários:

elia disse...

nossa SOU D aricanduva e atualment moro em sp .deixei mha familia e vim em busca melhores condiçoes ja q gostaria de continuar meus estudos,com a instalação do campi pretendo ate volta .muito lgal e Deus q abençõe q a cidade continue crescendo cada vez mais e mais.

elia disse...

q lgal essa iniciativa foi dmais um campi.

elia disse...

nossa SOU D aricanduva e atualment moro em sp .deixei mha familia e vim em busca melhores condiçoes ja q gostaria de continuar meus estudos,com a instalação do campi pretendo ate volta .muito lgal e Deus q abençõe q a cidade continue crescendo cada vez mais e mais.

Vinicius Santos ' disse...

Só acho que, pelo português tão belo, ELIA não tem nem mesmo ensino fundamental completo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...