quinta-feira, 24 de maio de 2012

Minas Novas: BRANCO DI FÁTIMA É DESTAQUE NA LITERATURA MINEIRA

Autor de textos premiados em diversos concursos literários, o poeta e
jornalista Branco Di Fátima é blogueiro do Portal Uai

Nascido em Diamantina (MG), mas criado em Minas Novas, onde estudou nas escolas estaduais Dr. Agostinho da Silva Silveira e José Bento Nogueira, Branco Di Fátima destaca-se cada vez mais na literatura mineira. Por ser do Vale do Jequitinhonha, presenciou toda riqueza cultural da nossa querida região, onde frequentava também a terra natal de seu pai, Chapada do Norte.

Depois de concluir o ensino fundamental em Minas Novas, se aventurou em São João Evangelista (MG), onde fez o ensino médio e técnico no Instituto Federal Minas Gerais (IFMG).

Formou-se em Jornalismo pela PUC Minas e fez pós-graduação em Produção e Crítica Cultural. Morou por mais de um ano em Dublin, capital da Irlanda, aprimorando os seus estudos.

Autor de dois livros, Branco Di Fátima publicou em 2007 ‘Ruas vazias de gente’ (poesia). No ano seguinte organizou a obra ‘Outros olhares - debates contemporâneos’ (artigos), em parceria com o cientista político Moises Augusto Gonçalves, que reúne textos de importantes intelectuais brasileiros.


Participou, ainda, de diversas coletâneas, das quais se destacam a ‘Antologia Poética Flipoços’ (2010) e a ‘Antologia Poética do Vale do Jequitinhonha’ (2011), além da ‘IX Antologia da Universidade Federal de São João del Rei’ (2009).

Foi premiado em vários concursos literários, como os 1º, 2º e 3º lugares na Noite Literária do Festivale (Festival da Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha), além de vencer o Concurso de Poesia Adélia Prado. Ficou, ainda, em 2º lugar no Festival de Crônicas Jornalísticas Roberto Drummond.

Em 2010 teve o poema, ‘Eu signo’, premiado no Festival Nacional de Literatura de Poços de Caldas, no qual concorreram mais de 3.500 escritores de todos os estados brasileiros. Dos 41 selecionados para compor o livro do festival, somente cinco eram de Minas Gerais, dentre eles Branco Di Fátima. Cerca de 500 escritores mineiros almejavam uma vaga nesta obra.

Eu Signo

O mundo do rio é de água,
e eu rio.

O mundo do rio deságua,
e eu mar.
As águas do rio são palavras,
e eu falo.

As margens do rio são de areia,
e eu leito. Fanado.

As pedras do rio se transformam,
em seios. Deleito.

                                                         O rio é linguagem de seres aquáticos,
                                                           e eu signo.

Atualmente, Branco Di Fátima faz mestrado em “Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação” no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), em Portugal, onde reside.

Pelo destaque literário foi convidado pelo portal de notícias Uai, juntamente com a jornalista Maria Silvério, para contarem um pouco da cultura, costumes e notícias sobre a vida na Europa, no Blog Alfandegário.

Aberto para parceria, trabalhos criativos e criações coletivas, Branco Di Fátima, com o seu belíssimo trabalho, vem se consolidando na literatura mineira, sempre com o espírito do Jequitinhonha, facilmente percebido nos seus poemas e artigos.

Veja Mais:
Blog Alfandegário – www.dzai.com.br/alfandegario/blog/alfandegario
Página Pessoal – www.brancodifatima.blogspot.com.br


Blog do Jequi - Leia Mais: http://blogdojequi.blogspot.com/2012/05/branco-di-fatima-e-destaque-na.html#ixzz1vqbWiktV
http://blogdojequi.blogspot.com/ 

3 comentários:

joao disse...

A ele tambem era fera na capoeira.

joao disse...

E ai branco tudo de bom,a lembro dos nossos treinos da capoeira,voce era fera.Abracos.

joao disse...

A ele tambem era fera na capoeira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...