sábado, 14 de julho de 2012

Eleições 2012

Já vi este filme antes...                                                        


Há eleitor tão deslumbrado ao ponto de achar que o seu candidato ou coligação já ganhou e que o mesmo irá mudar o mundo. 

Vivenciamos um momento embaraçoso, no qual o eleitor desavisado pode tornar-se um grande sonhador alienado. Isto porque a ocasião propicia o surgimento de vendedores de ilusões; profissionais do engano que são hábeis em plantar esperanças aos crédulos, se é que existam bobos durante a quarta eleição municipal do século XXI.

A bipolaridade política ocorre sempre. Quando as eleições se aproximam o “cara” que nunca se importou com o cidadão, agora para pra lhe dar carona; pessoas mudam completamente os usos cotidianos; época em que um clima de cortesia e amabilidade passa a predominar, é um namoro só, todo mundo quer conquistar alguém.


À medida que se tornam mais manifestas as preferências de cada eleitor, a coisa muda de figura, é proporcionalmente invertido como os bons modos vão desaparecendo, ao passo que a antipatia pelo opositor vai aumentando.

 A boataria passa a fazer parte dos diálogos, as propostas políticas perdem vez para as fofocas políticas, farpas trocadas ganham espaço na mídia, status de rádio novela e concorrem diretamente com a programação do rádio e da televisão brasileiros.

No dia da Eleição o entusiasmo fica plenamente aflorado, a um passo da agressividade...
A bipolaridade pós política: depois? Ah... Depois a vida volta ao normal. Todos passam a se preocupar com o dia a dia. Para alguns, a ressaca da derrota; aos vitoriosos, a expectativa de dias melhores.

Quero estar vivo pra contar a história!   


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...