segunda-feira, 2 de julho de 2012

Polícia Federal prende uma pessoa no combate à pedofilia em Turmalina MG

pedofilia 2 300x193 Polícia Federal prende uma pessoa no combate à pedofilia em Turmalina MGA Polícia Federal desencadeou nesta quinta-feira, 28, a Operação DirtyNet com o objetivo de desarticular uma quadrilha que compartilhava material de pornografia infantil na internet. Ao todo, cinco pessoas foram presas em Minas Gerais. Foram cumpridos 50 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará, Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal.

Há seis meses a Policia Federal monitora redes privadas de compartilhamento de arquivos na internet, onde foram detectadas intensas trocas de material de cunho sexual envolvendo crianças e adolescentes. Os suspeitos, integrantes de um mesmo grupo, valendo-se da suposta condição de anonimato na rede, trocavam milhares de arquivos contendo cenas degradantes de adolescentes, crianças e até bebês em contexto de abuso sexual. Além da troca de arquivos foram identificados ainda relatos de outros crimes praticados pelos envolvidos contra crianças, inclusive com menção a estupro cometido contra os próprios filhos, sequestros, assassinatos e atos de canibalismo.
Os acusados compartilhavam material de pornografia infantil ainda com outros usuários da internet em mais 35 países – Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bósnia, Canadá, Chile, Colômbia, Croácia, Emirados Árabes Unidos, Equador, Estados Unidos, Filipinas, Finlândia, França, Grécia, Indonésia, Iran, Holanda, Macedônia, México, Noruega, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Rússia, Sérvia, Suécia, Tailândia e Venezuela.
A Polícia Federal já comunicou através da Interpol os países envolvidos para que seja dado prosseguimento às investigações, a fim de identificar todos os envolvidos.
As ordens judiciais foram cumpridas em Montes Claros, Porto Alegre e Santa Maria (RS), Belo Horizonte, Uberaba, Uberlândia, Varginha e Divinópolis (MG), Curitiba, Foz do Iguaçu, Maringá e Guaíra (PR); Fortaleza (CE); Natal (RN); Rio de Janeiro, Niterói e Nova Iguaçu (RJ); São Paulo, Santos, São José dos Campos e Piracicaba (SP); Recife (PE); Salvador (BA); São Luís do Maranhão (MA); Vitória (ES) e Brasília (DF);
Em Turmalina/MG, cidade que está situada a 210 km de Montes Claros, a Polícia Federal cumpriu três mandados expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Montes Claros, sendo um mandado de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão. Foi preso I.M., de 22, que trabalha em um provedor de internet da cidade.
Equipe de peritos criminais que acompanham as diligências já conseguiram encontrar arquivos que demonstram a prática do crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente, art. 241-B.
O preso foi trazido para Montes Claros para ser interrogado e autuado em flagrante delito. Após os procedimentos de praxe, será encaminhado ao presídio regional, onde ficará à disposição da Justiça Federal. As penas máximas aplicadas ao crimes podem chegar a 10 anos de reclusão.
Texto: O Norte de Minas via Blog do jequi

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...