quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Chuva de granizo pode voltar a ocorrer na região de Capelinha

 Segundo meteorologista do Inmetro, tempestades de Primavera como esta que atingiu Angelândia e Capelinha são comuns nesta época

Rosa Santos ( Jornal Acontece)

 A chuva de granizo que, no último dia 19, atingiu três comunidades rurais localizadas entre os municípios de Capelinha e Angelândia poderá voltar a ocorrer até o final do mês. A informação é do meteorologista Claudemir Azevedo, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de Belo Horizonte. A chuva foi ocasionada por áreas de instabilidade que se deslocaram sobre o Leste de Minas e chegaram até o Vale do Jequitinhonha. "Tempestades de Primavera são muito comuns nesta época do ano e tendem a acontecer até o final do mês de outubro", informa o meteorologista.
A tempestade, que começou por volta das 15h e durou pouco mais de 15 minutos, atingiu casas e boa parte de lavouras nas comunidades de Invernada e Poço D'anta, e ainda uma pequena área em Cabeceira dos Soares. Aves de terreiro, como galinhas e patos, também foram atingidas e uma senhora teve parte da casa destruída.
As secretarias municipais de Agricultura e de Assistência Social de Capelinha trabalharam durante a semana para levantar os prejuízos ocasionados pela tempestade e direcionar auxílio aos atingidos. "Levamos máquinas para trabalhar nas áreas e remover a terra que desceu para a estrada. Há locais em que lavouras inteiras foram arrasadas", conta o secretário de Agricultura Haroldo Giovanini.
Após a avaliação da área e o levantamento dos prejuízos os proprietários rurais podem tomar as providências, como solicitação de seguro rural ou pedido de prorrogação de empréstimos em bancos para a manutenção da lavoura.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...