domingo, 14 de outubro de 2012

“Sons do Vale” percorre 5 cidades do Alto Jequitinhonha


sons do vale Sons do Vale percorre 5 cidades do Alto JequitinhonhaA música invade, mais uma vez, o Vale do Jequitinhonha. O Projeto Sons no Vale inicia mais uma etapa, promovendo a interação entre sons e práticas de produção musical. Nesta segunda  etapa, que ocorre entre os dias 10 de outubro e 11 de novembro, o projeto percorre mais cinco cidades: Senador Modestino Gonçalves, Felício dos Santos, Turmalina, Veredinha e Gouveia. 
As cidades recebem oficinas de musicalização, iluminação e sonorização, com duração de até três dias.
As oficinas são conduzidas por um educador responsável e mais dois auxiliares, que trabalham as técnicas de cada área com os participantes. São até 25 vagas para cada oficina e os interessados devem ter idade mínima de 12 anos.
A Oficina de Musicalização busca valorizar a diversidade musical existente na região. Inácio Neves, coordenador do projeto ressalta a importância da atividade. “A intenção é promover um encontro musical e a interação entre representantes de diversos estilos, como a seresta, viola, rock, gospel, sejam eles músicos ou não. Todos unidos e produzindo música”.

Já as oficinas de Iluminação e Sonorização apresentam os conceitos básicos dessas áreas.
Ao final de cada etapa, os próprios participantes produzem uma apresentação musical, podendo vivenciar, na prática, aquilo que aprenderam durante as oficinas. O objetivo, assim, é envolver as pessoas em todas as etapas da prática musical.
Além desse trabalho, o Sons do Vale procura envolver diversos aspectos da cultura e da memória regional. Em cada cidade serão documentados seus aspectos e realidades culturais, sociais e estéticas, com o intuito de promover o aperfeiçoamento de políticas culturais locais.
O resultado dessa documentação pode ser conferido pelo público que acompanha a exibição de um curta sobre sua cidade. Produzido ao longo da permanência do Sons do Vale no local, o curta enfoca nas particularidades de cada município. Todas as atividades são gratuitas.
Durante a primeira etapa do Sons do Vale percorreu, entre agosto e setembro, as cidades de Rio Vermelho, Serra Azul de Minas, Santo Antônio do Itambé, Alvorada de Minas, Presidente Kubitschek e Serro. Cerca de 350 pessoas participaram das oficinas realizadas nessa etapa, nas seis cidades em que o projeto passou. Já as apresentações musicais reuniram, aproximadamente, 1.700 pessoas e o cinema 1.800.
O projeto Sons do Vale é uma iniciativa da Fundação Vale, com patrocínio da Vale, pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, em parceria com a Estação Conhecimento. É apoiado pelo Idene (Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais). A realização é da Confluência – Ações para a Cidadania e Cinear Produções e Exibições.
datas som dos vales Sons do Vale percorre 5 cidades do Alto Jequitinhonha

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...