terça-feira, 26 de março de 2013

Capelinha conclui mais um passo para instalação do Instituto Federal

Da_esquerda_para_Direita._Nicinha_Sec._Educação,_Tico_Ne  ves Sec. Comunicação, Cleuber Luiz Vereador,Prefeito Zezinho_da_Vitalina_e_o_Professor_Ednaldo_Liberato

Como parte do processo de implantação do polo de ensino presencial do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), o prefeito de Capelinha, Zezinho da Vitalina, recebeu nesta sexta-feira, dia 22 de março, a visita do coordenador de articulação do IFNMG, professor Ednaldo Liberato, para vistoria das instalações de possíveis prédios provisórios para instalação da unidade na cidade. Três locais foram vistoriados e o professor Liberato disse que fará um relatório sobre as opções apresentadas para ser encaminhado ao Ministério da Educação, em Brasília, ressaltando a importância do local a ser definido dispor de aspectos como acessibilidade, salas para 40 alunos cada, espaço para o setor administrativo, entre outros.
O Prefeito Zezinho da Vitalina assumiu o compromisso de fazer as adaptações necessárias no prédio para o funcionamento do Instituto Federal e reafirmou seu interesse em lutar pela implantação do pólo do IFNMG o mais rápido possível. “Nosso projeto de consolidar Capelinha como cidade universitária também passa pelo ensino técnico. Sabemos da grande demanda em diversas áreas técnicas da nossa região e estamos trabalhando para supri-las”, completou o prefeito.
O professor Liberato também fez questão de conhecer a área a ser disponibilizada pelo município para a construção definitiva das instalações do polo.  Liberato afirmou que somente após a realização de uma Audiência Pública para escolha dos cursos a serem implantados é que se definirá o tamanho necessário do terreno. “Caso os cursos escolhidos pela região sejam na área de Ciências Agrárias, por exemplo, então o terreno deverá ser de dimensão capaz de abrigar uma fazenda experimental”, enfatizou ele.
Saiba mais
Caso Capelinha seja escolhida pelo MEC para sediar o polo do Instituto Federal do Norte de Minas, a previsão é que os cursos se iniciem em agosto deste ano, com cerca de 150 vagas. A área e os cursos a serem implantados serão definidos por meio de uma Audiência Pública que tem como foco saber sobre as principais demandas de formação da população da região. Segundo o Professor Liberato, para a implantação dos cursos em Capelinha, o IFNMG deverá absorver cerca de 20 professores e 10 técnicos administrativos. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...