terça-feira, 21 de maio de 2013

Policia reinicia busca por garota desaparecida no Vale do Jequitinhonha


emyle 300x203 Policia reinicia busca por garota desaparecida no Vale do JequitinhonhaForam encerradas na noite deste domingo (18) as buscas pela menina Emilly Ketlen Ferrari, em Rio Pardo de Minas, no Vale do Jequitinhonha.
Na manhã desta segunda-feira (20), as equipes voltam aos rios para a continuação dos trabalhos.
Bombeiros e Polícia Civil trabalhavam desde o início da manhã nos rios Pardo e Preto, que cortam o município. Mergulhadores, investigadores e o helicóptero da Civil participaram desta força-tarefa.
De acordo com o delegado Luiz Cláudio do Nascimento, há esperanças de que a menina, desaparecida desde o último dia 4, seja encontrada viva. No entanto, alguns pontos da cidade precisam vasculhados, paralelamente às investigações.
Quatro militares do Corpo de Bombeiros de Janaúba chegaram à cidade no sábado para realizar as buscas no Rio Pardo, que passa pelo município. “O rio fica a cerca de 300 metros da casa mãe da Emily, de onde ela desapareceu. Essas buscas estão sendo feitas para que sejam descartadas qualquer possibilidades até que encontremos o paradeiro dela”, afirmou o investigador Thiago Del Maestro, da Delegacia Especializada em Pessoas Desaparecidas de Belo Horizonte.
As buscas pelo corpo da criança começaram, entre 6h30 e 7 horas de domingo, e foram encerradas no fim do dia. Os bombeiros contam com equipamentos específicos para realizar as ações no Rio Pardo, como aparelho de respiração autônomo, colete equilibrador, corda e cilindro de oxigênio.

Apuração
De acordo com Del Maestro, muitos moradores têm feito denúncias na tentativa de ajudar na apuração do caso. “As informações estão sendo checadas, mas até agora não há nada mais evidente que leve até a menina”, afirmou o policial.
O sigilo telefônico de suspeitos de terem desaparecido com Emily Ketlem Ferrari Campos foi autorizado pela Justiça, na quinta-feira (16), véspera do aniversário de Emilym, que completou 8 anos na última sexta-feira (19). Agora, o delegado Luiz Cláudio Freitas Nascimento, de Rio Pardo de Minas, , aguarda o envio da relação de ligações das operadoras de telefonia.
O inquérito possui mais de 300 páginas e pelo menos 35 pessoas prestaram esclarecimentos à polícia.
Foi descartada a possibilidade de que a criança das imagens de um posto de combustíveis e de um shopping de Montes Claros, na mesma região, fossem de Emily. “Tem muita gente que vê uma criança e acha parecida com a pessoa desaparecida, até por não ter o convívio, é comum essa confusão. Mas as imagens mostraram que não era a criança”, explicou o investigador que deve permanecer com a equipe neste fim de semana na cidade de Rio Pardo de Minas

Desaparecida

Emily Ketlem sumiu enquanto brincava na porta de casa, no último dia 4, por volta das 17 horas, na avenida Padre Eurácio Giraldi, no bairro Cidade Alta. Ela possui Transtorno de Déficit de Atenção (T.D.H.).
Os pais são separados e, no dia do sumiço, o pai havia deixado a menina na casa da ex-mulher por volta das 15 horas. Em seguida, viajou para a cidade de Taiobeiras, conforme relatou em depoimento à polícia. Desde então a menina não foi mais vista.
Tem informações?
A Polícia Civil pede para as pessoas que puderem ajudar nas investigações com informações sobre o paradeiro da criança entre em contato pelo telefone: 0800-2828-197. A ligação é gratuita e não é preciso se identificar.
Portal Aranãs

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...