sábado, 13 de julho de 2013

Evangélicos morrem em acidente de ônibus que viaja para SETUBINHA, no Vale do Jequitinhonha

Ônibus dos fiéis
Permanecem internadas no Hospital Municipal de Governador Valadares, em Minas Gerais, cinco vítimas do acidente de ônibus na Rodovia MG-259. Elas não correm risco de morte. O acidente, que aconteceu na noite dessa sexta-feira (12), causou a morte de dez pessoas. Vinte feridos foram atendidos no hospital e liberados em seguida. O grupo de 42 passageiros viajava de Brasília para Setubinha, no interior de Minas Gerais, a fim de participar de um evento religioso, no município no Vale do Jequitinhonha.
Segundo Abimael Costa, membro da Igreja Assembleia de Deus de Sobradinho, os corpos, todos identificados, estão sendo transportados para Sobradinho, onde fica a igreja. Um velório coletivo ocorrerá neste domingo (14), no ginásio da cidade, que fica perto de Brasília. “O traslado dos corpos está sendo organizado e custeado pela igreja. A empresa de ônibus está enviando transporte para trazer os feridos que receberam alta hospitalar. Alguns dos que permanecem no hospital não poderão voltar agora, pois sofreram fraturas ou precisam passar por cirurgias”, disse Costa.
Abimael Costa disse ainda que o grupo de evangélicos esteve em Setubinha há um ano, levando mantimentos e outras doações para a comunidade da região. Na ocasião, a igreja começou a construir o templo que seria inaugurado neste sábado (13).
 
Segundo o Instituto Médico-Legal (IML) de Governador Valadares, as vítimas fatais são:
 
Denilson Alves dos Santos Silva
Edinalva Maria Araújo
Elvanice de Oliveira Costa
Gunnar Fagundes de Alencar Teodoro
Jacira Clara de Souza
Maria Rodrigues de Brito
Marinalva Vicente da Silva Oliveira
Simone Lima da Silva
Vanderlina de Jesus Souza Monteiro
Valmira Félix de Araújo Dias
 
Ainda de acordo com o IML, os corpos já foram liberados e serão transportados, de carro, para Belo Horizonte. De lá, um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) levará os corpos para Brasília, ainda neste sábado. 
Informações preliminares do Corpo de Bombeiros indicam que o ônibus tombou após uma curva na descida de uma serra por apresentar falhas no sistema de freios. Segundo os bombeiros, dois motoristas se revezavam na condução do veículo. O motorista que estava ao volante, no momento do acidente, disse ter perdido o controle da direção. A perícia já levantou as circunstâncias do acidente, mas ainda não informou quando divulgará as causas.
OTEMPO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...