quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O dia em que se instituiu a 4ª instância recursal na justiça brasileira -18 de Setembro de 2013


Por LouBrito 

O Supremo Tribunal de Justiça Brasileiro Mostra a Falta de Convicção Coletiva ao Abrir Jurisprudência de réjulgamento de condenados na terceira instancia e pelo que tudo indica se o cara for muitissississimo importante talvez tenha direito a outros embargos também.


Desacreditar da justiça seria o fim da esperança no que há de mais puro, belo e verdadeiro. Se existe alguma dúvida quanto às decisões tomadas pelos ministros do STJB, essas hesitações não devem recair sobre a Lei, que é o fiel da balança. Toda a responsabilidade final acerca das decisões cabe, exclusivamente, a quem, para este fim, foi nomeado e, por intermédio de sua própria interpretação da lei, dá o voto que entende como legal.


Assim, como todo cidadão que sente a cobrança consciente e que espera ansiosamente por um desfecho positivo e o fim da impunidade para os “bambambãs” da nação, este que vos escreve  sofre da mesma insatisfação quanto aos mensaleiros e a nova chance que receberam. Este texto é escrito com dor , insatisfação, insônia e dúvidas. Sabe-se que no peito de cada Brasileiro existe uma indagação : SERÁ?
 

Será que houve intervenção política dos altos escalões do governo e, principalmente, da Presidente Dilma Russef?  


Será que os doze que tem direito aos embargos infringentes terminarão presos um dia?

Será que há ou haverá justiça real e igualitária no Brasil?


 A frase mais repetida nesse 18 de setembro em solo brasileiro foi:  PRISÃO no Brasil é só para pobre!!!


O “Povo” - preto, pobre, órfãos, trabalhador braçal, a mulher sozinha e o Zé ninguém- olha para cima com a convicção de que a equidade jurídica no Brasil é uma lenda; aqui embaixo as leis são diferentes...

Eu sou Loubrito e quero estar vivo para contar a história

4 comentários:

Anônimo disse...

O juiz é um técnico e o seu trabalho é cumprir a lei. O senhor Barbosa é muito emocional, um perigo quando se trata de justiça. Alguém que grita com seu colega o manda calar a boca, que manda um jornalista chafurdar no lixo, entre outras, não pode estar emocionalmente equilibrado e não pode ser juiz de nada. As nossas emoções nublam a nossa razão e nem tudo se resolve pelo critério político. Honestidade minha gente, essa palavra tão esquecida! Tudo tem dois lados e a justiça tem que olhar os dois, doa a quem doer, simples assim.

Anônimo disse...

Infelismente quando e para tapa erros e usado a constituiçao falida com suas prerogativas e emandamdadas criadas pelos mesmos criminosos que ai estao no poder ; e ainda existe grandes pregadores e conhecedores da lei que diz que somos iguais perante a lei , que lei e esta ? que constituiçao e esta , deve ser a constituiçao da ilegalidade ou melhor dos bandidos.nossa sociedade nao sabe mais a quem recorre pois, se ate o superior tribunal de justiça se tornou bandido a lua clara fica ai a pergunta pra onde vamos ande vamos chegar?

Anônimo disse...

Esqueçam, podem anotar, ninguém vai ser punido(preso), e muito menos devolver o dinheiro roubado. No Brasil, só vai preso pobre, preto e puta.

Álbano Silveira Machado disse...

Lou Brito,
Quem for culpado tem pagar pelos seus crimes. Porém, a maioria dos réus relacionados no chamado "mensalão" não foi julgado em primeira instância, como é o caso dos acusados no chamado "mensalão tucano" e mineiro: Eduardo Azeredo e seus correligionários junto com o Marcos Valério, que sofrem processo na morosa primeira instância de Belo Horizonte. E de lá,os processos não saem tão cedo.
Outros dos acusados do mensalão de Brasília que devem ser julgados pela instância superior não tiveram direito de se defender e alguns foram condenados sem ter uma prova, mas apenas indícios. Os chamados embargos infringentes sempre existiram desde a época da escravidão.
Esta oportunidade a Globo também quer para se defender de mais de R$ 1 bilhão de sonegação da Receita, embora seu prazo tenha sido vencido.
O dinheiro usado na transação do mensalão é privado, da VISANET ( Banco Itaú, Bradesco, Banco do Brasil), cujo empréstimo o Partido dos Trabalhadores pagou, segundo contas aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral.
Há pessoas neste processo realmente culpadas, mas há outras que estão dançando por ocuparem cargos próximos à trama.
Com certeza, este tem sido um julgamento político. mais doque jurídico.
Não comemorei nem fiquei decepcionado com a chance dada aos acusados.
Mas, foi positivo por um lado.
Acredito que muitos cidadãos comuns pedirão aos seus advogados, daqui pra frente, a usarem os agora famosos "embargos infringentes".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...