sexta-feira, 27 de setembro de 2013

EU CONFESSO!

 Por Aléquison Gomes
 Talvez eu seja mais antiquado do que a maioria dos jovens do nosso tempo. Pois não consigo conviver com alguém e chamá-lo de amigo, sem ter a certeza de que estou acrescentando algo em sua vida, ainda que timidamente ou muito pouco.  Pra mim, amizades que valem à pena, são aquelas que adicionam maturidade, crescimento e combustível para viver. 

Talvez eu seja mais estranho do que a maioria dos j
ovens de nosso tempo. Pois acredito em construções que são para sempre, decisões que tem implicações eternas, aprendizados que são necessários e não me permito dar o luxo de ver pessoas deixando a vida se escorrer por entre os dedos, sem pelo menos gritar, fazer cara feia ou tentar ainda que inutilmente emitir avisos.

Talvez eu seja mais neurótico do que a maioria dos jovens de nosso tempo, pois me tira o sono perceber que existem temas sérios, urgentes e que são infinitamente mais importantes do que uma mera balada, mas que poucos têm a sensibilidade para perceber e entender com sabedoria isso. 

Talvez eu sofra mais do que a maioria dos jovens de nosso tempo, pois não acredito que uma existência sem desafios e questionamentos, valha à pena. Admiro e entendo aqueles que se contentam com encontros superficiais, com alegrias programadas, com sorrisos teatrais e com prazeres passageiros. Mas, sou neurótico demais para admitir que a vida seja apenas beber, comer e esperar passivamente pela morte. Entendo aqueles que vivem assim. Mas, não acredito que em tempos tão perigosos como o que estamos vivendo, eu posso simplesmente inverter valores, chamar o doce de amargo, o amargo de doce, sem que isso não reflita em alguém! 

Talvez, eu tenha mais fé do que a maioria dos jovens de nosso tempo, para acreditar que em algum momento, em algum lugar, alguma coisa vai mudar nos corações, para que continuem aparecendo mais antiquados, neuróticos, estranhos e gente que acredita que a vida é preciosa demais para ser simplesmente usada, descartada e jogada fora! 

No Caminho, te explico. Eu acho! 




Um comentário:

Anônimo disse...

Vc é inteligente demais da conta sempre leio seus artigos e eu tbem adora historia tanto é que estou cursando faculdade de historia vc é um exemplo de cidadão responsavel continue assim, otimo escritor

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...