terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Crescimento do FESTUR leva a mudança de local de apresentação

Slide2
Na noite desta segunda-feira (09) a Câmara Municipal de Turmalina aprovou por 08 votos a 02 o projeto 58/2013, que proíbe a interdição do trânsito na Avenida Lauro Machado para a realização de grandes eventos (o principal exemplo é o FESTUR – Festival da Canção em Turmalina). O projeto possui uma carência, permitindo que a 29ª edição (prevista para 2014) ainda seja na praça. Quanto a 30ª edição (que acontecerá em 2015), a sua realização na “Praça da Matriz” já está proibida.
O vereador Quincas/PSDB disse que votou pela maioria. “Sabemos que a construção de um parque de eventos não é simples, mas essa mudança no local dos eventos possui prazo. 
Nesse tempo uma solução que agrade a todos tem que ser encontrada”, explica. Para Petrônio Macedo/PR, durante a tramitação do projeto o público também foi convidado para opinar. “Entendo que os bairros possam ser prejudicados com o barulho. Mas e os moradores do Centro que convivem com a festa por quase 03 décadas? Pelo tamanho do evento o local tornou-se um local inseguro, provocando acidentes no transito e transtornos para os moradores”, explica. Roberto Meire/PPS disse que discorda de algumas colocações. “Não é de responsabilidade da prefeitura tomar uma decisão como essa. Existe um risco eminente de acidentes no transito durante o evento, e uma decisão que proteja o condutor de veículos e o pedestre tem que partir da casa do povo. Os vereadores foram corajosos em tomar uma decisão como essa”, relata.
Os outros vereadores que votaram pela aprovação do projeto também falaram sobre a dimensão que o evento ganhou nos últimos anos, impossibilitando a sua realização na praça. A justificativa do projeto (que está disponível na câmara) também aponta todos os problemas causados, principalmente, pela interdição do trânsito.
Warlen Francisco/PT que votou contra a aprovação do projeto 58 disse que a interdição apenas transfere o problema de lugar. “Entendo que o Centro não comporta grandes eventos, mas antes de proibir a realização dos eventos é preciso definir um outro local para a realização dos mesmos” completa. Já o vereador Tibinha/PV, que também votou contra a aprovação do projeto é da mesma opinião. “Se o FESTUR for transferido para o Bairro da Saudade ou qualquer outro bairro eu irei me manifestar de forma contraria. Essa decisão de mudar o FESTUR cabe apenas ao executivo”, finaliza.
Fonte: Cidade FM Turmalina

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...