quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Estado orienta para as chuvas no Norte de Minas e vales do Jequitinhonha e Mucuri

Estado orienta para as chuvas no Norte de Minas e vales do Jequitinhonha e Mucuri
 A pulação destas regiões deve ficar atenta, pois o risco de enchentes e outros desastres naturais aumentam

A parte sul do Norte de Minas e vales do Jequitinhonha e Mucuri será afetada por chuvas fortes resultantes do aquecimento diurno (chuvas de verão) e das Zonas de Convergência do Atlântico Sul (faixa de umidade e nebulosidade que se forma na Amazônia e se estende até o litoral fluminense). Esta é a previsão para o restante deste mês de dezembro nas regiões, segundo o Sistema de Meteorologia e Recursos Hídricos de Minas Gerais (Simge). As condições climáticas indicam que a população deve ficar atenta, pois o risco de enchentes e outros desastres naturais aumentam.
De acordo com o Tenente Coronel Fabiano Villas Bôas, secretário executivo da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), no período chuvoso a palavra de ordem é prevenção. “Algumas ações cabem à Defesa Civil, mas a população pode ajudar com atitudes básicas: população ribeirinha, por exemplo, deve ficar atenta ao nível das águas para não ser pega de surpresa; as pessoas devem evitar travessias de ribeirões, pinguelas e pontes cobertas pelas águas; nunca passar por ruas com excesso de enxurrada, principalmente os motoristas; se o veículo estragar, o correto é abandonar o carro e nunca ficar dentro dele; quem mora em área de risco deve ficar atento às rachaduras que aparecerem nas paredes porque é um sinal de que o solo pode estar se movimentando e que há perigo de desabamento”, destaca.
Ainda segundo ele, o Estado nunca esteve tão fortalecido para enfrentar possíveis desastres causados pelas chuvas. “Capacitamos 1,3 mil técnicos e voluntários de 150 cidades diferentes durante o ano. Além disso, o plano de enfrentamento do período chuvoso está pronto e funcionando, de 15 em 15 dias profissionais de diversos órgãos do Estado se reúnem para definir ações. A Cedec, durante o período chuvoso, conta com um plantão para possíveis emergência 24 horas por dia, 7 dias por semana”, conta.
Em Montes Claros, foi assinado um plano de cooperação integrada entre prefeitura, Polícia Militar, Polícia Civil, Cemig, Copasa, Samu e Exército, para enfrentamento de desastres naturais como enchentes, alagamentos, inundações, tremores, seca, entre outros. “Estamos muito bem preparados para enfrentar esses problemas, pois passamos por treinamento para aprimorar as ações nesses casos”, afirma o coordenador da Defesa Civil em Montes Claros, Major Peixoto. No Norte de Minas, apenas uma cidade não possui Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec). No Estado, dos 853 municípios mineiros, 714 possuem coordenadorias municipais.
Depósitos avançados
Para aumentar a rapidez no apoio humanitário às possíveis vítimas do período chuvoso, a Cedec/MG conta com um depósito central em Montes Claros, que armazena materiais de ajuda humanitária para atendimento à população. Em todo o Estado são 11 depósitos avançados, sendo mais um central, localizado em Belo Horizonte, e os outros nove localizados em Pouso Alegre, Lavras, Barbacena, Juiz de Fora, Ubá, Manhuaçu, Governador Valadares, Teófilo Otoni e Diamantina.
Como agir
A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MG) dá as dicas de como a população deve agir durante o período chuvoso:
O que fazer no caso de chuvas intensas?
- Quem mora às margens de rios, mantenha um membro da família atento e vigilante ao nível de subida das águas, mesmo à noite;
- Transmita alarme aos vizinhos em caso de súbita elevação das águas e tenha sempre lanternas e pilhas em condições de uso;
- Deixe o rádio ligado em estação local. Pode ser útil à captação de mensagens de esclarecimento ou alarmes;
- Armazene água potável;
- Mantenha os objetos de maior valor, os móveis e aparelhos, na parte mais elevada da casa;
- Aparelhos elétricos quando molhados (ou úmidos) tornam-se perigosos. É melhor desligar a energia;
- Na iminência de ser levado pelas águas, procure agarrar-se em algum obstáculo e flutuar;
- As águas de enchentes são pesadas e violentas. Mesmo que você saiba nadar bem, não se arrisque em travessias ou brincadeiras;
- Mantenha as portas e janelas da casa sempre bem fechadas ou trancadas, ainda que seja necessário o abandono, a fim de evitar a entrada de escombros e de animais peçonhentos.
- Nos casos de maior gravidade (havendo muita infiltração, algum barulho estranho, rachaduras nas paredes, etc.), abandone sua residência. É preferível perder bens à vida.
Qual deve ser a atitude de quem estiver de carro, moto, bicicleta ou a pé no momento das chuvas?
- Procurar um local alto e espere o nível da água baixar;
- Não parar próximo a árvores ou postes. Há risco da árvore não resistir ao vento e cair, com isto os fios podem arrebentar, provocando choques;
- Tomar cuidado com poças de água, pois elas podem ocultar buracos ou crateras;
- Não andar ao lado de caminhões e ônibus: a marola provocada por eles pode inundar tudo em volta;
- Evitar andar por ruas alagadas;
- Nunca atravessar ponte ou pinguela que esteja coberta pelas águas de um rio ou córrego;
- Nunca atravessar por uma rua que está se formando ou já formou uma enxurrada devido ao excesso de chuva. Se necessário abandone seu veículo e procure um local seguro.
Que procedimentos adotar no caso de chuva com raios?
-Em caso de tempestades com raios, deve-se evitar utilizar aparelhos eletrônicos conectados à fonte de energia, como: televisão, ferro elétrico, computador, chuveiro entre outros;
- Quando houver incidência de raios, o ideal é abrigar-se em locais fechados e distante de estruturas metálicas;
- Nunca entre em água de piscina, rios ou córregos;
- Nunca se esconda debaixo de árvores;
- Evite o máximo ficar em campo totalmente descoberto de abrigo físico;
- Nunca pratique esporte como futebol em local aberto;
- Se você estiver em algum lugar onde você não possa se proteger como casa, carro, fazendas, estradas de terra ou asfalto, o ideal é agachar-se, juntar os pés e abaixar a cabeça.
Fonte: AconteceuNoVale 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...