sábado, 15 de fevereiro de 2014

Maior fiscalização e valorização dos artistas da terra na Festa do Capelinhense Ausente

Tramita na Câmara Municipal de Capelinha com votação prevista para esta segunda feira dia 17 de fevereiro o Projeto 56/2013 de autoria dos Vereadores Cleuber Luiz e Mazinho do Açougue.

O projeto visa melhorar o evento proporcionando maiores oportunidades aos capelinhenses de desenvolverem suas atividades artísticas ou comerciais beneficiando ainda várias entidades com parte da renda do Galpão Cultural, além de determinar a obrigação da prestação de contas do evento, fato que há anos não acontece. 

Valores investidos e lucros obtidos são mistérios que a cada ano podemos ver que muitos alegam ser uma festa que gera grande prejuízo, mas existe uma disputa acirrada pela promoção do evento.

O Vereador Jailson Pereira(PSD) apresentou emendas ao projeto acrescentando e estipulando que todo show de renome contratado para a festa gere uma obrigação de investir 8% daquele cachê nos shows dos artistas da terra. 

Em outra emenda o vereador elimina a possibilidade de venda casada como aconteceu no show do Padre Fábio de Melo em que o povo de Capelinha pagava 50 reais por um ingresso e ganhava um segundo, uma fórmula encontrada para fazer com que a meia entrada ficasse nos 25 reais.

O ponto de maior discussão no projeto é a destinação dos lucros do Galpão Cultural que hoje é destinado integralmente à Assistência Social e o projeto direciona a verba também para as entidades capelinhenses.
O projeto passou pelas comissões e tem previsão de ser votado nessa segunda feira dia 17 às 19hs no Plenário da Câmara Municipal.

O projeto não altera a estrutura da festa nem a contratação dos shows.

FONTE: Por Luciano Macedo (vereador)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...