terça-feira, 4 de março de 2014

Violência também marca carnaval no interior de Minas Gerais

Foram registradas ocorrências de assalto com foliões baleados, brigas, acidente de trânsito em festa e um caso inusitado de morte provocada pela inalação de gás de buzina



Além da folia, a violência marcou o carnaval no interior de Minas Gerais nesta terça-feira. A Polícia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros atenderam a ocorrências de assalto com foliões baleados, brigas, acidente de trânsito em festa e um caso inusitado de morte provocada pela inalação de gás de buzina.

Em Ouro Preto, por volta de 6h, três foliões foram baleados na Rua São José quando voltavam da festa carnaval no Centro. Um adolescente de 17 anos tentou assaltar Matheus Bernardino Alves, de 21, morador da cidade histórica. O garoto tentou roubar os óculos escuros da vítima, que reagiu. O menor sacou um revólver calibre .22 e efetuou dois disparos, sendo que um deles acertou de raspão o braço direito de Matheus. O outro atingiu o braço esquerdo de Débora Evalina Augusto Magalhães, de 29, e a nuca de Marcos Vinícius Custódio Xavier, de 21 e morador da cidade de Piranga. Débora reside no Bairro Minas Caixa, em Belo Horizonte. Os três foram socorridos para a Santa Casa da cidade e não correm risco de morrer. O adolescente, com várias passagens pela polícia, foi apreendido e com ele a polícia encontrou munição.

Também em Ouro Preto, continua internado em estado grave o adolescente de 17 anos que se envolveu em uma confusão no carnaval. De acordo com a PM, ele foi agredido por quatro pessoas na Rua Conde de Bobadela – conhecida como Rua Direita. Por volta de 1h desta terça-feira, policiais militares foram acionados por testemunhas e quando chegaram no local do tumulto o menor já estava desacordado. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e deu entrada, inconsciente, na Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto. Segundo a PM, ele foi socorrido em estado grave e levado direto para o CTI. Os agressores não foram encontrados pela PM, que continua em busca dos envolvidos.




Ainda na cidade histórica, um homem foi preso por andar armado no meio da multidão do carnaval na Rua Direita. Ele portava um revólver calibre.38 com quatro munições intactas e uma deflagrada.

Em São João Nepomuceno, Zona da Mata de Minas Gerais, um adolescente de 17 anos foi baleado logo depois da passagem do bloco Barril – muito tradicional no carnaval da cidade. Ele brigou com um jovem morador de Juiz de Fora, que curtia a folia do bloco. De acordo com a PM, o atirador alegou que disparou no menor porque o adolescente deu uma garrafada em seu irmão. A vítima mora em São João Nepomuceno. O autor dos tiros foi preso em flagrante com um revólver calibre .32. Um colega que estava com ele também foi encaminhado para a delegacia.

Inabilitado

Em Cristais, Centro-Oeste de Minas, o motorista inabilitado arrastou tendas, barracas e feriu três pessoas na rua principal da cidade onde aconteceu uma festa de carnaval. Por volta de 4h, uma hora depois do fim dos shows, o condutor de 21 anos invadiu a área de trânsito interditado porque segundo ele, precisava entregar leite em uma zona rural. De acordo com a PM, o caminhoneiro dirigia o veículo do pai.

Conforme o boletim de ocorrência, o motorista avançou uma placa que indicava interdição a cerca de 200 metros do palco e depois ignorou as faixas de fechamento. O compartimento da carroceria, próprio para o transporte de leite, bateu em duas tendas armadas para proteger os foliões da chuva e derrubou duas barracas metálicas. Dois homens e uma mulher foram atingidos por esses ferros e precisaram ser socorridos para hospitais da região. Apenas a mulher continua internada porque foi transferida para unidade de saúde em Varginha. O metal atingiu a cabeça dela.

Segundo a PM, por sorte, a Avenida 17 de dezembro onde aconteceu o acidente, já estava quase vazia porque os foliões deixavam a festa. O motorista alegou que, inicialmente, não percebeu ter arrastado as tendas, mas quando viu o estrago deixado ficou com medo de parar e ser linchado. Ele continuou com o caminhão, atingiu o palco montado para a festa e desobedeceu a ordem de parada da PM. O caminhoneiro só parou depois de um quilômetro, quando foi abordado por policiais militares. Ele foi preso em flagrante e está na Cadeia de Campo Belo. Conforme a PM, ele pode responder por lesões corporais, desobediência e crimes de trânsito.

Morte

Na madrugada, um jovem de 19 anos morreu ao inalar o gás de uma buzina de carnaval na cidade de Antônio Carlos, na Região Central de Minas Gerais. A namorada do rapaz contou para a PM que ele queria conseguir um efeito alucinógeno com o gás, mas passou mal. Paulo Sérgio Ferreira chegou a ser socorrido pelos bombeiros com massagens cardíacas, mas não resistiu. O corpo foi levado para o IML de Barbacena e a Polícia Civil vai instaurar inquérito para apurar o que aconteceu. A buzina concentra gás propano misturado com metano, que pode ter causado a morte de Paulo.
]
UAI

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...