sábado, 12 de abril de 2014

Se fosse no Brasil Jesus seria processado por xenofobia!


Por Aléquison Gomes

Ei você que é religioso, mas gosta de ficar ofendido por qualquer coisa: se Jesus tivesse hoje na terra e andasse pregando por ai, provavelmente você o processaria todas as vezes que ele abrisse a boca.

Um exemplo básico: um dia ele queria ficar a sós com seus seguidores mais chegados, quando aparece uma mulher de descendência grega pedindo sua ajuda, (é que sua filha estava em casa possessa).
E a mãe desesperada precisa de apoio, está disposta á enfrentar qualquer coisa para salvar sua filhinha. Foi quando decidiu ir atrás de Jesus.

E essa mulher sai de casa com uma dor no peito e uma determinação na alma, e vai vencendo todas as limitações possíveis para encontrar com Ele. Quando o alcança, se lança ardentemente aos seus pés, clamando por misericórdia. A mulher espera uma resposta, mas no primeiro momento Jesus fica em silêncio. Entretanto ela está determinada e insiste ( as mães geralmente têm essa inclinação heróica).

Foi quando Jesus respondeu com uma afirmação que poderia soar nos dias de hoje, no mínimo racista e xenofòbica: não é lícito pegar o pão dos filhos (judeus) e lançar aos cachorros (gentios gregos); ou seja, se isso estivesse ocorrido no Brasil, seria processado no mínimo por ofensa ás mulheres, racismo, intolerância, e por descaso com a saúde pública! (a promessa foi dada primeiro aos Judeus)

Mas, é isso que acho interessante no evangelho (não na religião). Jesus não é populista, nem assistencialista, muito menos um neurótico que fala apenas o que “pega bem”. Não! Ele choca quando é preciso, fala o que ninguém quer ouvir, chama pra reflexão interior, ignora a opinião dos bajuladores e gosta de combater o mal pela raiz. E quase sempre, todos nós precisamos ouvir palavras duras que provocam cortes profundos em nossa arrogância! Eu sei, na hora dói pra caramba e a gente fica indignado, mas depois passa e vem o alívio. O processo pode ser doloroso, mas o resultado final é bom.

Claro que a mulher da história em questão, não parou por causa das duras palavras, ela insistiu e continuou clamando por ajuda e soltou para Jesus uma baita resposta: "mas até os cachorrinhos também comem das migalhas que caem da mesma de seu senhor."

Isso é muito bom, deixou o mestre atônito! Jesus gosta de gente que não desanima na primeira pedrada e respondeu comovido para a mulher: " Vá mulher, e que seja feito conforme a determinação da sua fé”.
A mulher foi embora e tudo ficou bem! Com Ele, é assim: o amor sempre vence no final!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...