quarta-feira, 16 de julho de 2014

Capelinha pode perder 499 casas do programa “Minha Casa Minha Vida”

Os vereadores Luciano Macedo e  Tadeuzinho visitaram a sede da empresa CELTA ENGENHARIA em Montes Claros, para verificar o andamento do processo para construção das casas populares, que trariam um investimento de aproximadamente vinte e oito milhões de reais para o Município.   Para a surpresa dos vereadores, o gerente regional da empresa Celta  afirmou que já gastou mais de  R$ 497.000,00 (quatrocentos e noventa e sete mil reais), sem construir sequer uma casa.  E declarou ainda aos vereadores que a  referida empresa não tem mais interesse em trabalhar no processo da construção das casas  populares na cidade, devido á um problema no loteamento que está bloqueado pela Receita.
As residências seriam adquiridas por meio de contratos com a Caixa Econômica Federal, ou pelo Banco do Brasil, com a verba oriunda do  Ministério das Cidades.
Em agosto de 2012, o governo federal assinou decreto que fixa em 95% o valor do subsídio para as famílias com renda até R$ 1.600 beneficiadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Com isso, a parcela mínima a ser paga por quem financiar a casa passou de 10% para 5% da renda mensal.
Capelinha foi incluída na relação do Ministério das Cidades por ter características que a enquadram no Programa Minha Casa, Minha Vida para cidades entre 20 e 50 mil habitantes, e com população urbana igual ou superior a 70% do total.
Fonte: vereadores Tadeuzinho e Luciano Macedo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...