sábado, 6 de setembro de 2014

Músico morre dentro do Mercado Municipal de Capelinha

Homem morreu repentinamente durante uma refeição. Causas da morte ainda não foram esclarecidas.

O músico Vanderlei Alves de Souza, de 48 anos, conhecido no meio artístico como Dinho Alves, morreu na tarde desta sexta-feira, 5 de setembro, dentro do Mercado Municipal de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha. De acordo com informações de pessoas que estavam no local, o homem fazia uma refeição em um bar, quando caiu repentinamente no chão.

Uma equipe Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) compareceu ao local e constatou que a vítima já estava sem vida. A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e após os trabalhos de praxe, o corpo foi recolhido ao necrotério da Fundação Hospitalar São Vicente de Paulo, para os procedimentos do médico legista, que deverá apontar em um laudo a causa da morte.

Dinho Alves era natural de Ribeirão Pires, no interior de São Paulo, e tinha raízes em Capelinha, onde teve um filho com uma moradora da cidade.


























(Dinho Alves era natural de Ribeirão Pires, no interior de São Paulo – Foto: Reprodução/Arquivo da família) -
Fonte: Portal Aconteceu no Vale  

Um comentário:

Mallê disse...

A "moradora da cidade", como é dito na reportagem, sou eu, que fui casada com ele. Diversos comentários maldosos chegaram até mim, e até pessoas que comemoraram o acontecido. No entanto, julgar sempre foi muito fácil. Ajudá-lo, poucas pessoas quiseram. Sou imensamente grata pelo homem que eu conheci, e que tantos outros só julgaram. A frieza de reportagens como esta me causam repúdio, como se a pessoa que parte não tivesse família, e como se estas palavras não fossem chegar até nós. Eu conheci os defeitos e as qualidades. Eu vivi ao lado, eu ajudei o quanto pude. Eu CONHECI de verdade. Agradeço aos que enviaram mensagens de consolo a mim, ao nosso filho, e à família. Perdemos muito com a partida dele. Adoraria ter lido sobre o trabalho dele aqui, e não só a notícia e a "reconstituição" de como ele morreu. O trabalho dele como músico é lindo! Incrível! Será que quem o denominou como músico na manchete já ao menos ouviu uma de suas canções? Descanse em paz, meu companheiro. Nos reencontraremos em breve.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...