quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Brasília de Minas, Francisco Badaró e Viçosa decretam situação de emergência

Brasília de Minas e Francisco Badaró passaram a integrar a lista da Defesa Civil do estado. Viçosa assinou decreto ontem e já faz rodízio no abastecimento

Em pleno período chuvoso, mais duas cidades mineiras decretaram situação de emergência por causa da estiagem. De acordo com a Coordenador Estadual de Defesa Civil (Cedec), Brasília de Minas, no Norte do estado, e Francisco Badaró, no Vale do Jequitinhonha, passaram a integrar a lista nos dias 12 e 14, respectivamente.

Na terça-feira, o prefeito de Viçosa, na Região Central de Minas, assinou o decreto de situação de emergência na cidade e decretou o rodízio de abastecimento de água. A prefeitura informou que o novo período de estiagem no início deste ano está reduzindo os níveis de água acumulada nas bacias que abastecem o município e as previsões meteorológicas indicam baixo índice de chuvas para os próximos meses.

O último boletim da Defesa Civil que lista as cidades em situação de seca foi publicado em 22 de dezembro. Até então, 173 municípios haviam solicitado ajuda do governo federal por causa da seca ou da estiagem desde o mês de agosto. O decreto é válido por 180 dias. Dos 173, 26 decretos haviam sido arquivados e 133 foram reconhecidos.

Atualmente, segundo os meteorologistas, Minas Gerais está enfrentando um veranico, fenômeno caracterizado pela ausência de chuvas dentro do período chuvoso. O último boletim da Defesa Civil de Minas Gerais, divulgado nesta quarta-feira, mostra que poucas cidades foram afetadas pelas chuvas. Destas, apenas quatro decretaram situação de emergência, e entre os meses de outubro e novembro.
Rodízio em Viçosa

O decreto assinado pelo prefeito Ângelo Chequer tem o objetivo de coibir desperdícios de água nas comunidades. A prefeitura pede que a população não use água da rede pública para lavar ruas, calçadas e frentes dos imóveis, regar jardins e plantas. O apelo é também para não encher piscinas, lavar quintais, telhados, paredes, calhas, garagens, veículos e despejar água tratada na rede pluvial ou na rede de esgoto. As regras valem tanto para residências quanto para estabelecimentos comerciais.

A escala de rodízio começou a valer às 7h desta quarta-feira. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) garantirá o abastecimento de água potável às unidades de saúde, creches, escolas e prédios públicos, por meio de carros-pipas. Veja a escala abaixo:

Segunda-feira, das 7h às 19h:
- Silvestre
- Amoras
- Vau-Açu
- Floresta
- Boa Vista
- Marques
- Vereda do Bosque
- Liberdade

Terça-feira, das 7h às 19h:
- Barrinha
- Laranjal
- Cidade Nova
- Grota dos Camilos
- Nova Era
- Vale do Sol

Quarta-feira, das 7h às 19h:
- Santa Clara sentido São Sebastião
- Morada do Sol
- Jardim Europa
- Morro do Cruzeiro
- Ramos
- Centro
- Rua das Estrelas
- Rua da Conceição
- Av. Santa Rita
- Bairro de Lourdes
- Rua Gomes Barbosa
- Clélia Bernardes

Quinta-feira, das 7h às 19h:
- Santa Clara sentido Bairro de Fátima
- Belvedere
- Nova Viçosa
- Posses

Sexta-feira, das 7h às 19h:
- João Brás
- Violeira
- Recanto da Serra
- Inconfidentes
- Sagrada Família
- Bom Jesus
- Bela Vista

Sábado, das 7h às 19h:
- Santo Antônio
(Estado de Minas)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...