terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Governo de Minas disse que não deve acatar de imediato as reivindicações dos professores


Professores ficam entre a esperança e o descrédito




As reivindicações dos servidores da educação em Minas Gerais parecem não estar muito perto de ser atendidas.

Na última reunião do grupo criado para discutir a remuneração e a reorganização do plano de carreira dos servidores, a categoria foi informada de que o governo está com dificuldades de solucionar os problemas do piso salarial, em função do limite legal imposto ao Estado.

Diante disso, um misto de ansiedade, esperança e até descrença já toma conta de parte dos trabalhadores.

Uma professora que pediu para não ser identificada disse estar preocupada. “Estamos cansados de ver os governos fazerem promessas. O que prevejo é que o atual governo irá parcelar em quatro anos o pagamento do piso. É muito fácil culpar a gestão anterior. Mas o que deve ser feito é olhar para o lado de cá com sensibilidade”.

Já Agnaldo Francisco Pereira, professor de arte da rede estadual, se mostra esperançoso. “É lógico que com o governo Fernando Pimentel estamos acreditando mais. Alguma coisa deve acontecer de bom e poderia ser agora”, disse.

Na mesma linha, a professora de inglês Jussara Mendes afirmou que os professores começaram 2015 mais confiantes. No entanto, ela questionou as ações do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), que, a seu ver, são “movidas por paixões”. “Temos um certo respaldo, mas isso não significa muito. Quem senta à mesa de negociação deve olhar para a classe como um todo”, afirmou a professora.

Questionado, o diretor do Sind-UTE Adriano José de Paula disse que em breve haverá uma resposta mais certeira para os professores. “Essa ansiedade é justificada. Mas estamos nos movimentando e implementando uma luta efetiva”, ressaltou o sindicalista.

Procurada, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão não se pronunciou sobre as negociações, até o fechamento desta edição.

Fonte: Gazeta de Araçuai e Hoje em Dia 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...