quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Suspeito de estupros em Belo Horizonte é preso em Itamarandiba

estuprador_ita_bh
Ele foi preso durante o Natal, mas nega participação nos crimes. Para a Polícia Civil não há dúvidas de que Vando Aparecido Leandro seja o autor de dois estupros no Bairro Tupi em 2011. A Polícia Civil apresentou na tarde desta quinta-feira (12) o homem suspeito de de cometer dois estupros no Bairro Tupi, Região Norte de Belo Horizonte em 2011. Vando Aparecido Leandro, 30 anos, já havia sido preso pelo mesmo crime, e se condenado, poderá cumprir de seis a 10 anos de prisão por cada estupro.

Conforme a delegada, o suspeito nega a autoria dos crimes, mas as vítimas reconheceram o autor por meio de fotos da época. Vando agia por volta das 5h30 da manhã, quando as vítimas estavam saindo para o trabalho. Ele fazia a abordagem utilizando ao menos uma arma branca, como facas ou punhais.

“Durante os autos, conversamos com testemunhas e não há dívidas de que este seja o responsável pelos estupros. Ele rendia as mulheres e levava para lugares distantes, onde praticava o abuso sexual. Além disso, roubava os pertences das vítimas”, disse a delegada Cristiane Lopes.

Conforme a Polícia Civil, durante o percurso, Vando Aparecido simulava ser namorado da vítima para não despertar a suspeita das pessoas. Ele já tinha sido preso por outros dois crimes semelhantes. Pouco tempo depois, já em liberdade, outros dois abusos foram registrados.

Porém, a maior dificuldade da equipe de investigação foi localizar o suspeito. A delegada suspeito que com a chegada do Natal, ele pudesse ir para a casa de parentes, e foi justamente o que aconteceu. “Tínhamos informações de que os familiares do Vando viviam na cidade de Itamarandiba, no Vale Jequitinhonha. E lá encontramos o suspeito”, completou a delegada.

A polícia anunciou a prisão preventiva de Vando e o trouxe de volta à BH. Desde então, ele está preso na Penitenciária José Martins Drummond, em Ribeirão das Neves. A delegada Cristiane Lopes pediu ainda que se alguma vítima reconheça o homem como autor de algum abuso denuncie à Polícia Civil pelo número 181.
(Fonte: Estado de Minas)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...