quarta-feira, 11 de março de 2015

Criança de 12 anos morre atropelada em povoado de Capelinha

                                              Acidente aconteceu no Povoado de Paiol Velho – Foto: Reprodução / Google Street View

Um menino de 12 anos morreu após ser atropelado por um caminhão às margens da MGC-120, no povoado de Paiol Velho, no município de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha. De acordo com o registro de ocorrências da 23º Cia de Polícia Militar, uma testemunha relatou que por volta das 6h30 da manhã se encontrava com um grupo de crianças do lado oposto ao ponto de ônibus para aguardar o veículo do transporte escolar.

Quando o ônibus se aproximou a vítima Júlio César Ramos de Jesus correu em direção a ele e em um momento de descuido, não percebeu a aproximação de um caminhão, que o atingiu. Com o impacto, o garoto caiu e bateu com a cabeça no chão.

Ainda segundo a PM, o motorista do caminhão, que pertence a uma distribuidora capelinhense, disse que não teve condição de evitar o acidente e que após a batida, parou o veículo e percebeu que a criança estava caída ao solo. O condutor informou aos militares que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e permaneceu no local para prestar esclarecimentos.

Enquanto aguardavam a ambulância do Samu, familiares da criança procuraram um morador do povoado para prestar socorro. Ele relatou aos policiais que foi até o local e verificou que a vítima apresentava sinais vitais bem fracos, se encontrava inconsciente e apresentava convulsões. O morador relatou também, que com a ajuda da família, improvisou uma imobilização com pedaços de madeira, acomodou o menino no banco traseiro do veículo e partiu em direção a Capelinha com intuito de chegar a Fundação Hospitalar São Vicente de Paulo em tempo de salvá-lo.


Durante o deslocamento, ainda na MGC-120, o motorista deparou com a equipe de resgate do Samu. Os socorristas realizaram os procedimentos imediatos, porém a vítima já se encontrava em óbito.

O corpo de Júlio César foi levado para o hospital de Capelinha para as devidas providências. Após a liberação, o menino será velado na casa da família em Paiol Velho e será sepultado no Cemitério Municipal de Capelinha.

A comunidade de Paiol Velho fica as margens da rodovia que liga a cidade de Capelinha a Água Boa, e é conhecida como um local perigoso devido a falta de redutores de velocidade e também por ser próximo a uma descida ingrime, onde os veículos trafegam em altíssima velocidade.

Os moradores já fizeram manifestações e pedidos junto a Prefeitura de Capelinha e autoridades competentes, mas ainda não foram atendidos.

Toda a comunidade esta abalada com a situação.

Aconteceu no Vale

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...