quarta-feira, 17 de junho de 2015

Prefeitura de Capelinha anuncia licitação para cobertura do Mercado Municipal

O prefeito de Capelinha, Zezinho da Vitalina, anunciou na tarde desta quarta-feira, 17 de junho, realização de licitação para obra de cobertura da área externa do Mercado Municipal, no centro da cidade. A obra era esperada pelos produtores rurais como compromisso assumido pelo prefeito desde 2013 com as associações rurais do município.

A verba para realização da obra é fruto de um convênio indicado pelo Deputado Estadual Gustavo Corrêa juntamente à Secretaria de Estado de Governo, SEGOV-MG. Ao todo, o investimento para a obra é de R$ 156 mil reais com recursos mistos do Governo do Estado e recursos próprios do município.

“Já temos todo o recurso em conta e pretendemos licitar e iniciar a obra até julho deste ano”, disse o Prefeito Zezinho da Vitalina. A previsão é que o edital de licitação seja publicado nos próximos dias.

Além de realizar a cobertura do mercado municipal, a Prefeitura de Capelinha iniciou desde o ano passado obras de reforma e melhorias do espaço com novo sistema de iluminação, construção de Box, reforma de banheiros e outras ações. Segundo informou a Secretaria de Municipal Agricultura, também serão realizadas obras de isolamento da área dos restaurantes e melhoria da fachada do prédio, com retirada de quiosques e construção de jardim.


História

O Mercado Municipal recebeu a denominação de Domingos Pimenta de Figueiredo pela lei número 937, sancionada em 1995 pelo ex-prefeito Pedro Vieira. O prédio do mercado municipal foi inaugurado em 1991, pelo então prefeito Edmar Pimenta.

Feira Livre de Capelinha
De acordo com o Historiador José Carlos Machado, a Feira Livre do Mercado Municipal de Capelinha abastece os lares capelinhenses há mais de um século, suprindo-os com produtos básicos de alimentação: arroz, feijão, milho, legumes, frutas, farinha, rapadura, etc. “Essa mesma velha Feira Livre não perdeu a sua tradição e mesmo um certo charme”, disse José Carlos. No Mercado Municipal, pode-se adquirir uma enorme variedade de produtos que inclui, além dos gêneros triviais, artesanato em cerâmica, couro, madeira e taquara, fumo de rolo, a boa cachaça, carnes, linguiças, roupas, frangos caipiras, porcos, rádios e até brinquedos importados do Paraguai, bijuterias e um sem número de artigos e objetos. Também lá estão os bares e restaurantes populares, onde se pode provar a culinária local. A reforma do Mercado garantirá a preservação de seu valor patrimonial cultural e turístico do município e região.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...