sexta-feira, 24 de julho de 2015

Experimentos realizados pela EPAMIG no Vale do Jequitinhonha, têm apontado cultivares de café adaptáveis para a região

IMG_2756
IMG_2635 Café no Vale do Jequitinhonha: qualidade e inclusão social
(Aricaduva – 24/07/2015) – Experimentos realizados pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) no Vale do Jequitinhonha têm apontado cultivares de café adaptáveis para a região. “Temos selecionado cultivares que se destacam pela produtividade, resistência a doenças, peneira elevada e qualidade final da bebida”, informa o coordenador do Programa Estadual de Cafeicultura da EPAMIG, César Elias Botelho.
Outra característica das pesquisas na região, segundo os pesquisadores, é a acessibilidade. “As tecnologias que estamos demonstrando aqui podem ser utilizadas por produtores familiares e por grandes produtores, sem distinção”, afirma o chefe de pesquisa da EPAMIG Sul de Minas, Rogério Silva. “O interesse e a participação do público neste evento e no dia de campo que realizamos em Água Boa (22/7), mostra a importância da EPAMIG para essas regiões (vales do Jequitinhonha, Rio Doce e Mucuri), onde ainda temos pouca presença”, avalia.
IMG_2729 IMG_2747
O cafeicultor Sérgio Meireles Filho, proprietário da Fazenda Alvorada, em Aricanduva, sede de alguns dos experimentos, destaca que o trabalho realizado traz benefícios para toda a região. “Nós não temos nenhum outro órgão de pesquisa que atenda a essa localidade. Quando a EPAMIG chega aqui, desenvolve uma pesquisa para as características do local e indica uma cultivar de café que é adaptável, produtiva e resistente, o ganho é para todos”, afirma.

Tecnologias para a lavoura
Durante dia de campo realizado no dia 23 de julho, no município de Aricanduva, César Botelho apresentou os resultados de experimentos conduzidos em fazendas particulares da região (municípios de Aricanduva, Turmalina, Capelinha, e outros). De acordo com o pesquisador, as cultivares avaliadas têm tido uma grande aceitação, com destaque para a Catiguá MG1: peneira elevada (tamanho dos grãos); Catiguá MG2: qualidade da bebida (média de 96 pontos na escala da Brazil Specialty Coffee Association, BSCA); Catiguá MG3: alta qualidade produtiva.
“A MGS Aranãs, última cultivar registrada pela EPAMIG, adaptou-se muito bem à região com produtividade média de 56,48 sacas por hectare, e destaca-se pela resistência à ferrugem do cafeeiro, porte baixo (altura média de 2,7 metros) e sementes graúdas. Além disso, a bebida tem obtido bons resultados na prova de xícara”, afirma César.
O pesquisador Marcelo Malta abordou o tema pós-colheita e qualidade do café. Segundo Malta, a qualidade da bebida está relacionada a uma interação de fatores: genótipo, ambiente e manejo. “A época e o tipo de colheita, a forma de processamento via seca ou úmida e o tipo de secagem influenciam na qualidade do café obtido”, explica. O pesquisador Vicente Luiz de Carvalho apresentou o tema “Diagnóstico e controle das principais doenças do cafeeiro” e destacou formas de prevenção e combate da ferrugem do cafeeiro, as cercosporiose e da phoma.
Pequeno produtor do município de Capelinha Agenaldo Cordeiro Monteiro avaliou positivamente a participação no evento. “O dia de campo é uma oportunidade muito grande para tirar dúvidas e adquirir conhecimento. Fiquei muito interessado, principalmente, pelo tema controle de doenças. Produzo café e forneço para armazéns e cooperativas da região e quero melhorar a produtividade e qualidade dos grãos e aumentar meus ganhos”, diz.

Fotos: Erasmo Pereira
IMG 2635 – Pesquisador César Botelho apresentou cultivares indicadas para Capelinha e região
IMG 2729 – Pequeno produtor da cidade Capelinha Agenaldo Cordeiro Gomes quer melhorar a produtividade e a qualidade do café que repassa para cooperativas da região
IMG 2747 – Produtor Sérgio Meireles Filho destaca a importância da pesquisa voltada para as características da região
IMG 2756 – Trabalho da EPAMIG tem indicado cultivares de café aptas para a região de Capelinha

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...