terça-feira, 11 de agosto de 2015

Menor que confessou ter matado jornalista em Araçuai é solto

O adolescente de 16 anos que confessou para a Polícia Civil ter assassinado a pauladas o jornalista André de Sá, em Araçuaí (MG), foi colocado em liberdade nesta segunda-feira (10). Ele havia sido apreendido no mesmo dia na casa dos pais. O delegado Cristiano Castelucci disse que não teve acesso à decisão do juiz. O G1 entrou em contato com a assessoria do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que afirmou que o caso está em segredo de Justiça, por isto, nenhuma informação poderia ser repassada.

Após a apreensão, Castelucci pediu a internação do menor por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado, mas o pedido foi negado pela Justiça. Segundo delegado, o jovem já foi detido outras vezes. Ele tinha por volta de 12 anos quando foi apreendido pela primeira vez.

“Em nenhum momento o adolescente demonstrou arrependimento e ele fala com uma frieza que surpreende até mesmo nós da polícia que estamos acostumados com investigações de crimes bárbaros. Ele tem passagens pela polícia por vários furtos e por uso de drogas”, revelou o delegado.
saiba mais

Apesar de o adolescente ter sido encontrado na casa dos pais, ele não morava no local há algum tempo. De acordo com o delegado, insatisfeito com o comportamento do filho, o pai o chamou para uma conversa, os dois brigaram e desde então o menor mora com outra pessoa. Ao ser apreendido, o jovem confessou ter cometido o crime. Ele contou que havia combinado de manter relações sexuais com o jornalista e em troca receberia R$ 100 e um celular, mas eles discutiram por conta do pagamento.

Ainda segundo as investigações, o adolescente teria dito que iria embora, mas foi até a cozinha do imóvel, pegou um pedaço de madeira e golpeou três vezes a cabeça da vítima. Em seguida, o menor calçou o tênis de André para não se sujar com o sangue, trancou a casa pelo lado de fora e jogou as chaves por cima do muro. Antes de sair, ele pegou R$ 30 que estavam em um dos bolsos do jornalista.

Ainda nesta semana a Polícia Civil deve fazer a reconstituição do crime. As investigações continuam, mas o delegado acredita que o menor agiu sozinho, já que ele foi flagrado por câmeras de um estabelecimento comercial sozinho, percorrendo o caminho da casa do jornalista até o local onde mora. Além disto, ele fornece detalhes do homicídio e não coloca outra pessoa na cena do crime.

Sobre a morte
O corpo de André de Sá foi encontrado em uma casa no Bairro Canoeiros, com vários ferimentos na cabeça. Segundo a Polícia Militar, o imóvel era dele, mas o jornalista morava com o pai e ia ao local eventualmente. Ao lado do corpo a perícia apreendeu o celular dele, que teve as ligações e mensagens apagadas.

André era formado em Jornalismo desde 2000 e já trabalhou como repórter e editor na TV Araçuaí. Há dois anos ele era assessor da Prefeitura de Araçuaí.
G1

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...