segunda-feira, 28 de março de 2016

SUSPEITO DE ESTUPRAR GAROTA DE 13 ANOS SOFRE TENTATIVA DE LINCHAMENTO EM CAPELINHA


Bastante machucado, o homem será encaminhado ao Hospital de Diamantina
Um homem de 29 anos, suspeito de estuprar uma garota de 13 anos nesta segunda-feira, 28 de março, na rua Rio Branco, em Capelinha, foi atacado por um grupo de pessoas. Com vários ferimentos pelo corpo, ele foi preso pela Polícia Militar e levado ao hospital de Capelinha, de onde será transferido para Diamantina devido à gravidade dos ferimentos. Ele ficará sob escolta da Polícia Civil até que seja liberado dos cuidados médicos. Em seguida, será levado à cadeia de Capelinha, e ficará à disposição da Justiça. A pena para o caso de estupro de vulnerável é de oito a 15 anos de prisão.
A reportagem do JORNAL LOCAL apurou que o fato ocorreu na casa de uma amiga da adolescente. Era comum a vítima passar na casa da amiga para irem juntas à escola. Porém, na manhã de hoje, a colega de escola saiu mais cedo, e quem estava na casa quando a vítima bateu à porta era o homem de 29 anos, padrasto da amiga.01
Com a falsa informação de que a outra adolescente estava em casa, o homem convenceu a vítima a entrar, em seguida a atacou e a estrangulou. A garota ficou desacordada e ele a estuprou. Quando ela voltou a si, viu o estuprador vestindo a calça. Mesmo sob ameaças do agressor e com dores na região pélvica, a garota conseguiu fugir pulando o muro. A vizinha, que conhece familiares da jovem, chamou a polícia.
O agressor então fugiu, e, segundo informações apuradas pela reportagem do JORNAL LOCAL, se escondeu nas imediações do Hotel do Cavalo, na estrada que liga Capelinha à região da Telepinga. A Polícia Militar levou a vítima até o hospital de Capelinha, e, após exames, foi confirmado o estupro. Após rastreamento, a polícia encontrou o suspeito sendo linchado por um grupo de pessoas, ele foi preso e levado ao hospital de Capelinha, de onde será levado para Diamantina. Após se recuperar, ele irá para a cadeia.
ASSÉDIO NA RUA TURMALINA
Um homem que costumeiramente é visto com as calças arriadas no início da rua Turmalina, nas manhãs de sábados, Centro de Capelinha, foi avistado novamente no último dia 26 de março. Uma testemunha afirma tê-lo visto entrar de moto em uma garagem desativada, com uma camisa do Atlético Mineiro. Após alguns instantes, o homem saiu da garagem vestindo outra camisa, desta vez na cor rosa. A testemunha não chamou a polícia.
O tenente Lívio Louzada, comandante do Pelotão de Capelinha da 23ª Companhia da Polícia Militar de Capelinha reafirma o que disse à reportagem do JORNAL LOCAL em matéria publicada na última edição: “A polícia precisa ser avisada, principalmente se for no horário dos fatos, para poder agir de maneira mais eficaz”.
Fonte: Jornal Local

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...