quinta-feira, 18 de agosto de 2016

SUAPI ASSUME CADEIAS DE CAPELINHA, ITAMARANDIBA E TURMALINA


Locais passam a ser presídios. Cadeia de Minas Novas foi desativada, presos foram transferidos para Capelinha A Polícia Civil de Minas Gerais finalizou nesta quarta-feira, 18 de agosto, a entrega da administração das cadeias públicas na área da 2ª DRPC-Delegacia Regional de Polícia Civil (que tem sede em Capelinha) para a Subsecretaria de Administração Prisional (SUAPI).

A cadeia de Turmalina, com 48 presos, foi assumida no dia 16. A de Itamarandiba, com 98 presos, dia 17, e a de Capelinha, com 93 presos, neste dia 18. Hoje também foi desativada a cadeia de Minas Novas, e os 27 presos foram admitidos na cadeia de Capelinha. Ao todo, a Polícia Civil transferiu a vigilância de 266 presos para a SUAPI. As cadeias passam à denominação de presídio, tendo um agente penitenciário de carreira nomeado na função de diretor.

Nos três dias, os Grupos de Intervenção Tática dos presídios de Teófilo Otoni e Diamantina intervieram nas cadeias conferindo segurança para vistoria e higienização das celas, além de uniformização padrão dos vestuários dos presos. Todos os presos receberam kits individuais contendo o uniforme padrão, um colchão, um cobertor e itens de higiene pessoal. 

“Esta ação vai qualificar os trabalhos investigativos nos 15 municípios atendidos pela 2ªDRPC-Capelinha e Delegacias de Polícia Civil de Turmalina, Itamarandiba e Minas Novas, uma vez que diversos policiais empregados em serviços de escolta, guarda e administração das Cadeias serão direcionados exclusivamente para elucidação de crimes e cumprimentos de mandados judiciais de prisão e busca apreensão”, explica o delegado regional Thiago Rocha. Os trabalhos de assunção e desativação foram acompanhados pelo Chefe do 14º Departamento, Dr. Flávio Tadeu Destro, pelo Delegado Regional de Capelinha, Dr. Thiago Rocha Ferreira, e pela equipe de Investigadores. Estiveram presentes na assunção da cadeia de Capelinha diversas autoridades, entre elas a Juíza de Direito Natália Discacciati Rezende, a Promotora de Justiça Hosana Regina Andrade de Freitas, o Comandante da 23ª Companhia Independente da Polícia Militar, Major Nilzo Figueiredo, o Diretor Geral da 14ªRISP Carlos Adriano, o Diretor Geral da 15ªRISP José Alberto Santos de Almeida, o Diretor do Presídio de Diamantina José Maria dos Santos Malta, e o Assessor do Gabinete da SUAPI Willian Abrete Pinto, Diretor da cadeia de Capelinha, Antônio José Barbosa, advogado presidente do Conselho de Execução Penal, Evandro de Oliveira Queiroz, dentre outros. 

Fonte: Rosa Santos

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...