sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Allan, que está na Polícia Civil desde 2013, foi atingido por tiro na cabeça


O escrivão da Polícia Civil, Allan Ferreira Couto, de 30 anos, baleado durante operação policial em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, a 480 quilômetros da capital, foi submetido a cirurgia na noite desta quinta-feira no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. 
O estado de saúde dele é grave, já que foi atingido na cabeça e foi socorrido em coma no hospital da cidade, de onde veio transferido. 

Em operação conjunta de policiais civis e militares, Allan estava ao volante de uma viatura, quando houve troca de tiros com os quatro bandidos que na manhã desta quarta-feira, em Araguari, atacaram a fazenda do pai do ex-investidor Thales Emanuelle Maioline, de 40, que ficou conhecido como o Madoff mineiro, depois de aplicar golpes no mercado financeiro. 

Os bandidos, que se passaram por policiais, renderam Thales e seu pai, e fugiram com o carro dele, um Chevrolet Cruze. 

O veículo e os suspeitos foram vistos na área rural de Turmalina, no Distrito Caçaratiba, no começo da tarde. Policiais civis e militares que realizavam cerco aos assaltantes, seguiram para o local e, quando se depararam com os criminosos na estrada de acesso ao distrito, foram recebidos a tiros. 

No fim da tarde, Allan foi transferido para a capital no avião Pegasus 12 da Polícia Militar, com acompanhamento de médicos intensivista e neurologista. A aeronave pousou no começo da noite desta quinta-feira no aeroporto da Pampulha, e o policial foi levado em ambulância UTI para o Hospital João XXIII.

Aconteceu no Vale

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...