segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Alunos do Menor Aprendiz são contratados por empresas da região de Capelinha


O projeto Menor Aprendiz é uma iniciativa de grandes resultados. Prova disso são os jovens que foram admitidos, pela Aperam BioEnergia e, por empresas da região, parceira do projeto juntamente com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). A iniciativa possibilita a oferta de mão de obra capacitada ao mercado de trabalho, contribuindo para o desenvolvimento econômico da região.

A Aperam BioEnergia admitiu quatro jovens certificados em cursos do Menor Aprendiz. Venilson Elpidio de Oliveira Santos, Jaymison Oliveira de Sousa, Flaviano Pinto Soares e Ramoniel Gomes de Azevedo atuarão na área da Manutenção Mecânica, em Capelinha, colocando em prática o conhecimento adquirido durante o projeto. Outras empresas da região absorveram outros 16 menores aprendizes, que chegam ao mercado de trabalho trazendo no currículo a experiência da capacitação profissional.

Diferença

A gerente de Recursos Humanos da Aperam BioEnergia, Michele Cristina Marques Rosa, explica que o projeto Menor Aprendiz faz a diferença na vida dos estudantes e também traz reflexos positivos para o mercado e a economia do Vale do Jequitinhonha. “Além de dar uma ótima perspectiva profissional para os jovens da região, o Menor Aprendiz disponibiliza no mercado profissionais qualificados. Para garantirmos a competitividade do negócio é imprescindível termos equipes de alta performance. É importante para as empresas terem a possibilidade de contratar profissionais com o perfil diferenciado. Um profissional jovem e capacitado”, ressalta.
A gerente da Unidade do Senai de Turmalina e da Unidade Sesi/Senai de Araçuaí, Maria Etelvina Andrade Câmara, ressalta que um dos diferenciais do projeto é que as aulas acontecem nas dependências da Aperam BioEnergia. “É um grande aprendizado, que inclui orientações muito fortes sobre normas de saúde e segurança no trabalho. O Senai e a Aperam BioEnergia, que mantêm uma parceria muito produtiva e feliz, levam essa questão muito a sério. Os alunos aprendem vivenciando a realidade da Empresa. Por isso, estão sendo contratados”, aponta.
Profissionalização
O Projeto Menor Aprendiz promove a profissionalização de jovens da região com idade entre 18 e 22 anos e com Ensino Médio completo. Em julho, foi realizada a formatura de mais uma turma do curso de Manutenção Mecânica em Máquinas Agrícolas Florestais, em Itamarandiba. Em agosto, em Capelinha, teve início uma nova turma de Aprendizagem Industrial em Manutenção de Máquinas Agrícolas.

Aconteceu no Vale

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...